quarta-feira, 20 de abril de 2011

Março de 2011: finjo uma doença para escapar de um compromisso. Duas semanas depois pego uma gripe infernal.

Abril de 2011: cogito fingir que estou doente para faltar no trabalho e ir ao show da Rita Lee. Dois dias depois amanheço com uma gripe infernal.

Moral da história: com vírus não se brinca.